0

Domaine da Borgonha antiquíssimo nas mãos da famílias desde 1870 e hoje com vinhedos icônicos em Gevrey-Chambertin, incluindo o majestoso Chambertin. Porém, apenas em meados de 1960 que a família começou a engarrafar seus próprios vinhos, sendo que antes eram vendidos para grandes nomes como Maison Leroy e Maison Joseph Drouhin.

 

Os vinhos do Domaine inclinam-se para o lado da elegância e finesse, e não o de concentração e poder. Nos anos 90, Jean-Louis em busca da exaltação de seus magníficos terroirs, diminui consideravelmente o uso de madeira nova em seus vinhos (hoje entre 30 e 50%) e passa a extrair mais delicadamente em suas fermentações e macerações. O enólogo começou a praticar o biodinamismo em1990 e em 2005 certificou-se pelo Demeter. O uso de engaços varia de acordo com as condições da colheita, mas fica em torno de 50% para a maioria das cuvées e mais de 80% nos grand crus. 

 

O Chapelle-Chambertin Grand Cru 2015 já se mostra acessível devido às fantásticas condições da colheita, que deu vinhos com fruta generosa e taninos macios. Um vinho de pungente perfume, com notas terrosas, especiarias delicadas e fruta mais preta do que vermelha devido ao clima quente do ano. Pode ser consumido agora mas com certeza aguentará firmemente mais 2 ou 3 décadas em garrafa. 

 

 

Jean-Louis Trapet La Chapelle Chambertin Grand Cru 2015

REF: 10133
280,00 €Preço
Safra
Capacidade
Produtor
Região