0

Márcio iniciou com um dos maiores nomes do vinho português, Anselmo Mendes, e também buscou experiência em Austrália por 2 anos para expandir seus horizontes (nos dois distintos climas de Rutherglen e da Tasmania). Em 2010, começa a criar vinhos em duas regiões icônicas de Portugal, o Douro e o Vinho Verde, através de seus rótulos Proibido e Pequenos Rebentos, respectivamente. Nos vinhedos o respeito à terra é a sua máxima. Na adega, a pureza e precisão de seus terroirs é enaltecida através do uso de leveduras selvagens e baixas adições de sulfitos. Seus vinhos possuem uma vibração e vitalidade como poucos. Carregam sempre consigo imensa frescura que cativa a cada gole e o dna claro de onde foram concebidos. 

 

No selvagem terroir do Douro Superior, muito perto da Espanha, Márcio vinifica uvas provindas de vinhas velhas que possivelmente seriam abandonadas por seus baixíssimos rendimentos nada lucrativos, porém de imensa qualidade. Representam as condições austeras do lugar de forma impecável, evocando uma mistura espantosa de concentração e frescura. À Capela é um vinho que Márcio desafia tudo que aprendeu na faculdade de enologia. O produtor não usa energia elétrica em nenhuma etapa de vinificação deste vinho e tudo é feito à mão, do desengace às trasfegas. Vinhas velhas de 50 anos com 10% de uvas brancas dão ainda mais frescura e elegância a esse tinto de suprema finesse e pureza. Não tem o corpo imponente dos potentes vinhos do Douro, e esse é o seu maior charme. 

Márcio Lopes Winemaker Proibido à Capela 2018

REF: 21304
19,90 €Preço
Safra
Capacidade
Produtor
Região