0

 

Além de Jancis Robinson colocar esse produtor ao lado do grande nome da Borgonha, Coche Dury, o respeitado guia francês A La Revue du Vin de France confirma: “… é um dos mais talentosos enólogos da sua geração”. 

 

Pierre-Yves Colin é filho do lendário Marc Colin e casou-se com Caroline Morey de Chassagne-Montrachet para formar esse Domaine que decolou em uma velocidade espantosa, chamado Pierre-Yves Colin-Morey (ou PYCM). Além de ter a Côte d’Or no seu sangue – literalmente - e parcelas de vinhas nos seus mais prestigiados crus, o que potencializada seu sucesso é a miríade de experiências que Pierre Yves obteu no velho e novo mundo. Imergiu em projectos pequenos como Vacheron em Sancerre, mas também experienciou o outro extremo, Wolf Blass parte do grupo Treasury em Austrália, que colaboraram para sua curva de ascensão em qualidade. 

 

A vinícola localiza-se em Chassagne-Montrachet, ao sul da Côte de Beaune, mas diversas parcelas são exploradas ao redor dessa terra sagrada. A começar pela incrível relação qualidade/preço que os Saint-Aubin oferecem, passando por premier crus em Chassagne até o topo do topo: grand crus como Corton Charlemagne e Chevalier-Montrachet. PYCM faz vinhos que aliam majestosamente dois elementos quase antagônicos: potência e finesse. Sempre precisos, essas são interpretações fiéis de seus terroirs, e o caráter redutivo da vinificação traz uma dimensão extra, quase hipnotizante. 

 

O Saint-Aubin 1er Cru La Chatenière 2017 nasce dos vinhedos mais antigos de Chardonnay na região, com mais de 50 anos. É rico e encorpado em sua estrutura mas carrega imensa força e mineralidade em sua acidez cortante. Beba agora ou nos próximos 15 anos.  

Pierre-Yves Colin-Morey Saint Aubin 1er Cru Chatenière 2017

REF: 20968
64,90 €Preço